beja centro unesco

Sessão de inauguração do Centro Unesco em Beja / CMB

 

O Centro Unesco para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial abriu ao público este mês, em Beja, no edifício emblemático do Clube Bejense. O Centro tem como objetivo promover, estudar e divulgar a música tradicional, o cante alentejano, a literatura e a história popular.

O Centro, fruto da ação do Município de Beja, é resultado de um protocolo entre diferentes entidades – protocolo entre a Câmara de Beja, a Comissão Nacional da UNESCO, a Direção Regional de Cultura do Alentejo, o Centro Nacional de Cultura, a Fundação AgaKhan, o Sindicato dos Músicos e Profissionais do Espetáculo e do Audiovisual, a MODA - Associação do Cante Alentejano e a Confraria Gastronómica do Alentejo.

O edifício do Centro foi reabilitado pela Câmara Municipal de Beja, que considera o investimento no Centro como «uma reacção à crescente debilidade demográfica do interior, em particular do Alentejo, que partindo da valorização das suas gentes pretende projectar uma sociedade para o futuro ancorada nas práticas e memórias que estes patrimónios imateriais evocam».